Login Espanha Portugal

se nos abraçarmos o futuro é nosso somos diferentes, mas somos irmãos gémeos portugal e espanha a uma só voz serão respeitados portugal e espanha têm riqueza comum para gerir juntos descobrimos o mundo

Actualidade


Aumentam as exportaes de tecidos portugueses para a China

Aumentam as exportações de tecidos portugueses para a China

 

Empresas lusas fazem balanço positivo na `Intertextile Pequim 2012´, um dos mais concorridos certames do setor na Ásia.


A exportação de tecidos portugueses para a China está aumentar `70 a 80 por cento ao ano´, respondendo ao `enorme crescimento´ das marcas chinesas que procuram diferenciar-se pelo design, disse hoje à agência Lusa uma responsável do setor.
 

`A confeção na China é mais barata, mas a nossa matéria prima e o que nós temos para oferecer - design, moda, inovação, qualidade e serviço - é um valor acrescentado´, afirmou Sofia Botelho, diretora da Seletiva Moda, o organismo da Associação de Têxteis e Vestuário de Portugal encarregue de promover o país nas feiras internacionais.
 

Parte dessa `oferta´ esteve patente na última edição da `Intertextile  Pequim´, um dos mais concorridos certames do setor na Ásia, organizado pela Messe Frankfurt, e que contou, pela primeira vez, com um pavilhão de Portugal.
 

`A China é um mercado com características que não existem no resto do mundo, com uma grande apetência por comprar´, realçou Carlos Bacelar, da Arco Têxteis, uma das cinco empresas portuguesas representadas na feira de Pequim, concluída na passada sexta-feira.
   

`Já vendemos para a China há mais de 10 anos e temos vindo sempre a crescer´, acrescentou.
 

A Riopele, que também já exporta para a China, quer `atingir os marcas chinesas da gama média e média-alta`.
 

`Queremos chegar às marcas chinesas que já têm capacidade para comprar produtos europeus e não apenas aos consumidores´, disse Ana Vaz, responsável de vendas da Riopele para o mercado chinês.
 

Lemar, Somelos e Troficolar foram as outras empresas portuguesas representadas na feira de Pequim. 
 

`Balanço excedeu as expectativas´
 

`O balanço é muito positivo e excedeu mesmo as expectativas. Vieram clientes de toda a China e até alguns estrangeiros´, afirmou Sofia Botelho.
 

Segundo indicou, as exportações de tecidos portugueses para a China `aumentaram consideravelmente nos últimos dois anos, cerca de 70 a 80 por cento ao ano´,  
 

`É um mercado de grande consumo e que tem tido um enorme crescimento de marcas locais que procuram a diferenciação pela qualidade e a inovação´, disse Sofia Botelho.
 

A participação na `Intertextile Pequim 2012´, financiada por fundos comunitários (QREN), é uma 68 ações internacionais organizadas este ano pela Associação Seletiva Moda, de Tóquio a Nova York, sob o titulo `Fom Portugal´. 
 

Aquela feira de Pequim - um certame de quatro dias, dedicado à moda primavera/verão - ocorreu num bom momento das exportações portuguesas para a China. 
 

Pelas contas chinesas, as exportações portuguesas para a China aumentaram 54,11 por cento em 2011, para 1,16 mil milhões de dólares (883 milhões de euros).
 

 

Fonte: Expresso - 09/08/20


« Voltar

 


 

Bem-vindos ao nosso site

O mPI é um movimento com vista a romper com o sistema instituído, de forma a dar início a uma nova era de esperança e prosperidade em Portugal e Espanha.

Continuar a ler »
Movimento Partido Ibérico
na Imprensa

Inquérito

Portugal e Espanha devem fundar uma organização Ibérica? ?




Inquéritos Anteriores »

2012 © Movimento Partido Ibérico
desenvolvido por: dbest-design